Como escolher a escova de dentes ideal para crianças?

Que a escovação é um hábito fundamental para se manter a saúde bucal, disso ninguém mais duvida. Ainda mais se tratando de crianças que adoram comer doces.

Porém, para que a escovação seja realmente efetiva, ela deve estar aliada a uma escova de dentes que lhe permita maior mobilidade e exatidão na hora da limpeza. Para as crianças, isso pode variar bastante, principalmente em relação a sua faixa etária.

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas sobre como escolher, de forma correta, a escova de dentes para crianças. Continue a leitura deste post e saiba mais!

Escova ideal x faixa etária

O tipo de escova de dentes usado para a higienização bucal varia de acordo com a idade, conforme veremos abaixo. Entretanto, os principais critérios a se observar são sempre os mesmos: tipo de cabeça, de cerda e de cabo.

De maneira geral, as cabeças mais compactas são melhores, por permitirem maior mobilidade, independentemente da idade da criança. Também, as cerdas mais macias costumam ter eficácia superior. Existe um mito brasileiro de que as cerdas mais rígidas escovam melhor, mas, na verdade, a prática indica o contrário: esse tipo de cerda costuma machucar e retrair as gengivas.

Confira, abaixo, o melhor tipo de escova de acordo com a idade do seu filho.

De recém-nascido a 7 meses de idade

Nessa primeira fase, em que os dentes ainda não nasceram, o ideal é limpar a boca da criança com uma dedeira de borracha ou, gaze ou toalhinha molhada com água filtrada. Isso já vai acostumando a criança ao ritual da higienização.

Outro utensílio que pode ser utilizado aqui como auxílio é um mordedor. Ele funciona como um estimulador neurossensorial que facilita a erupção dental e ajuda a acalmar os bebês. Além disso, alguns produtos ainda contêm cerdas, que também servem para a higienização.

De 7 meses a 3 anos de idade

Logo após aparecerem os primeiros dentinhos, já se pode realizar a escovação. Nesse momento, a escova deve ser de cerdas extramacias e cabeça pequena, necessárias para não machucar a boca ainda frágil da criança. Além disso, o cabo da escova deve ser longo, a fim de auxiliar a realizar a limpeza.

De 4 a 6 anos de idade

Nessa faixa etária, você já pode deixar a criança realizar a escovação sozinha, mesmo que, depois, você complemente a higienização. Isso é importante para já ir criando nela o hábito e a independência, mas nunca se esqueça de manter a supervisão. Você pode tornar esse momento divertido para a criança e reunir a família para todos escovarem os dentes juntos.

Outra dica interessante é deixar que as crianças escolham suas próprias escovas, que podem ser mais divertidas, coloridas ou de personagens. No entanto, fique atento para elas possuírem cabeça pequena e com proteção para as gengivas, cerdas ultramacias e cabo firme.

De 7 a 14 anos de idade

Essa é a fase da dentição mista. Aqui, os dentes de leite começam a cair e vão sendo trocados pelos permanentes. Por isso, é importante manter a cabeça da escova pequena, para que ela acesse os buracos dos dentes que ainda não nasceram.

Conforme a criança for crescendo e se tornando adolescente, é provável que ela comece a escovar cada vez mais rápido. Sendo assim, você pode aumentar um pouco a firmeza das cerdas para melhorar a eficiência e durabilidade da escova.

Curtiu as dicas? Agora que você já sabe como escolher escova de dentes para crianças, que tal conhecer algumas formas divertidas para incentivá-las a criar uma rotina de higienização bucal? Assim você conseguirá potencializar o que acabou de aprender!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *